Samu: Projeto Salve realiza ação em shopping da Capital

  • Imprimir

Por Luiza Sampaio

altMais uma ação do Projeto Salve foi realizada com sucesso e mobilizou toda comunidade. No último sábado, 24, a atividade aconteceu no Shopping Jardins e abordou os procedimentos de reconhecimento de uma parada cardiorrespiratória (PCR) e as manobras de ressuscitação cardiopulmonar, (RCP) com o intuito de criar uma rede de pessoas que detém a informação e podem ajudar a salvar vidas.

 

De acordo com o coordenador do Núcleo de Educação Permanente do Samu Sergipe, Ronei Barbosa, 376 pessoas participaram da ação, demonstrando uma aceitação do público muito positiva. 

 

“É o que chamamos de capacitação de socorristas flutuantes, que são aqueles que recebem rapidamente a informação qualificada e, de imediato,  já praticam nos manequins os procedimentos aprendidos. A carga horária não é igual a do curso ministrado para os socorristas permanentes, porém, o principal objetivo é alinhar o conhecimento e multiplicá-lo junto a comunidade ”, esclarece.

 

O participante leva para casa uma cartilha explicativa com o passo a passo para essas primeiras medidas de suporte básico de vida, e que devem ser adotadas até que uma equipe especializada chegue ao local da ocorrência. “A orientação é que esse conhecimento seja multiplicado, pois quanto maior o número de pessoas que saibam como agir numa situação como essa, maior é a sobrevida de um pessoa que sofre a uma PCR”, ressalta Ronei Barbosa.

 

altÉ importante lembrar que o reconhecimento precoce do mal súbito e o início imediato dos procedimentos para salvamento da vítima aumentam as chances dela sobreviver, passando de um percentual que gira em torno de 2%  para uma variável entre 50% e 75%. 

 

O Projeto Salve é uma iniciativa que ocorre através da parceria entre o Samu 192 Sergipe, a Sociedade Médica de Sergipe (Somese), o Corpo de Bombeiros Militar e a Cooperativa dos Anestesiologistas (Coopanest-SE).